HSE (Segurança)

Princípios e Visão de HSE&S da BU A&AC
Nossos princípios estão fundamentados na crença de que a Segurança é um valor permanente e não uma prioridade temporária.
Temos o direito e a responsabilidade de garantir nossa própria segurança e a dos outros.
Não há nada que façamos pelo qual valha a pena se acidentar.
Nossa visão é zero acidentes (lesões) e incidentes graves.
Nosso compromisso é o da tolerância zero para com o trabalho sem segurança.
Os assuntos de HSE&S de vir em primeiro lugar, nada é tão importante que não possa ser feito com segurança e com os cuidados
necessários para evitar danos a saúde dos colaboradores, contratados, clientes, comunidade vizinha, demais parte interessadas
e também protegendo o meio ambiente pela minimização dos impactos ambientais e prevenção da poluição.
Estes princípios, crenças, visão e compromisso fazem parte da política integrada de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade.

Programas de segurança/prevenção de acidentes adotados pela BU A&AC
A unidade de negócios de A&AC possui o SIG - sistema integrado de gestão, o qual é certificado de acordo com as normas
mundialmente reconhecidas OHSAS 18001 para Segurança e Saúde Ocupacional, ISO 14001 para Meio Ambiente e também
o Programa Mundial de HSE&S chamado "Coatings Care®", no Brasil coordenado pela ABRAFATI – Associação Brasileira
dos Fabricantes de Tintas.
Este sistema integrado de gestão atende as normas internas de HSE&S da AkzoNobel, tanto no nível corporativo quanto da BU A&AC,
e é suportado pelos programas:

  • "Take Care";
  • Processo de Segurança Baseado no Comportamento (Automotivação);
  • "Near Miss" (Quase Acidente);
  • Análise de Riscos (O Que Houve de Errado?);
  • Regras que Salvam Vidas.

Iniciativas ligadas às áreas de HSE&S.
As iniciativas ligadas a estas áreas são parte integrante do sistema integrado de gestão e dos objetivos e metas corporativos, que visam:

  • a redução do número de acidentes envolvendo colaboradores e contratados;
  • a proteção da saúde de seus colaboradores;
  • a redução na geração de resíduos decorrentes de suas operações;
  • a promoção da sustentabilidade, por meio de tecnologia de produção e produtos ambientalmente amigáveis, redução das emissões oriundas dos seus processos e redução do consumo de energéticos.
  • a prioridade na aplicação dos investimentos relacionados aos temas de HSE&S.

O papel da AkzoNobel A&AC dentro do programa Coatings Care
A unidade de negócios de A&AC é certificada pela ABRAFATI como membro ativo e participante do programa Coatings Care®.

A AkzoNobel A&AC e a gestão de resíduos
A ação da unidade de negócios de A&AC da AkzoNobel é focada no sentido da redução da geração em primeiro lugar pela adoção
de tecnologias mais limpas, e posteriormente no reuso e por fim reciclagem dos resíduos remanescentes. Atualmente 97% de todos
os resíduos gerados são reutilizados ou reciclados.
Todos os resíduos são destinados em conformidade com a legislação aplicável, as melhores práticas disponíveis e em atendimento
das normas e procedimentos internos

Relação com o consumo e uso da água
O uso da água é sustentável começando pelo suprimento via Sabesp e captação outorgada, passando pelo uso racional e tratamento
dos seus efluentes antes de serem devolvidos para a natureza. A estação de tratamento de efluentes é modelo na região, possuindo
peixes em abundância em suas lagoas de aeração.

A preocupação com a redução do consumo de energia
Em relação a energia existe o objetivo de redução do consumo, cuja meta foi de redução de 15% até 2012, quando comparado com
o consumo de 2009, tendo sido alcançado o resultado de redução de 19%. A meta para os próximos anos será de um decréscimo
de 3% anual. Para atender esta meta as seguintes ações foram implementadas:

  • substituição de todo o sistema de iluminação da fábrica, com a aplicação de lâmpadas de alta eficiência que garantiram um nível de iluminamento melhor que o anterior, mas com redução do consumo de energia em 40%;
  • substituição de compressores de ar comprimido por modelos mais eficientes e que consomem 27% menos energia;
  • substituição de transformadores com mais de 30 anos e uso por outros mais eficientes e ambientalmente amigáveis, com redução de consumo da ordem de 10%, entre outras ações como, por exemplo, a instalação de sensores de presença em locais de baixa permanência, uso de motores elétricos de alto rendimento, etc.

Relação com o ar, as emissões e os poluentes
As emissões para o ar receberam atenção especial ao longo dos últimos anos, com a implantação dos seguintes programas
de redução das emissões:

  • substituição do óleo combustível queimado nas caldeiras por GLP – gás liquefeito de petróleo;
  • substituição dos antigos equipamentos de controle e abatimento das emissões atmosféricas, filtros coletores de pós e lavadores de gases, por outros novos e mais eficientes;
  • adoção do software "Pirnie Air" para avaliação e mensuração das emissões de compostos orgânicos voláteis, oriundos dos processos;
  • adoção de técnicas e investimentos em novos equipamentos, que permitiram processos fechados, reduzindo e eliminando as emissões para o ar;
  • instalação de selos flutuantes nos tanques de estocagem de solvente, para redução das emissões de compostos orgânicos voláteis;
  • os veículos de frota são abastecidos preferencialmente com etanol.

Relação com o solo, água subterrânea e a prevenção da poluição
Em relação ao solo existe um cuidado todo especial, onde todos os processos e armazéns são protegidos e equipados com
dispositivos e sistemas de contenção em casos de vazamentos. Todos os prédios são construídos com pisos impermeáveis
e contidos. O programa de gerenciamento de resíduos e efluentes tem papel fundamental na prevenção da poluição do solo
e água subterrânea.

Preparação para atendimento de crises e emergências
A unidade de negócios de A&AC possui Plano de Atendimento de Emergências implantado há muitos anos e em cooperação com
o PAM – Plano de Auxílio Mútuo de São Bernardo do Campo, que congrega várias empresas de grande porte da região e é coordenado
pelo 8º. Grupamento de Incêndio do Corpo de Bombeiros do ABC, com o objetivo de conjugar recursos e esforços de ajuda em caso
de emergências. Simulados anuais são realizados em todas as empresas participantes do PAM.
Em paralelo e em complemento ao Plano de Atendimento de Emergências, existe ainda o Plano de Gerenciamento de Crises, cujo
objetivo disponibilizar informações e diretrizes básicas necessárias as equipes operacionais que estejam atuando nas crises, segundo
um planejamento, organização e treinamento prévio e estruturado, evitando os desajustes, falhas e esquecimentos comuns neste tipo
de ocorrências. Cada crise é uma crise diferente e, portanto, deve ser gerenciada de maneira distinta.
Procedimento adotado em casos de derramamento de produtos durante o seu transporte.
Os procedimentos a serem adotados constam da parte IV – Emergências Externas, do Plano de Atendimento de Emergências, e deverão
ser iniciados em caso de ocorrência, conforme indicado na ficha de emergência e envelope para transporte de produtos correspondentes.
A unidade de negócios de A&AC possui contrato com empresa especializada em atendimento de emergências rodoviárias, disponível
24 horas por dia e com cobertura em todo território nacional e Mercosul.

Akzo Nobel

SAC:0800-7095121